Ex-gerente do Lojão Rio de Peixe de Itaporanga morre em trágico acidente de carro.


Mais um acidente com vítima fatal em Juazeiro do Norte (CE) foi registrado por volta das 18h30min desta quinta-feira (17) na Avenida Leão Sampaio, imediações do Ingra Hotel no bairro Jardim Gonzaga. A vítima fatal. Foi o Ex-gerente de Logística do Lojão Rio do Peixe da cidade de Itaporanga (PB), que morreu ainda no local.
Avelino Queiroga da Silva, de 49 anos, atualmente era gerente da Unidade da empresa Pau Brasil Atacado Distribuidor de Alimentos Ltda em Juazeiro.
Ele era filho de Pombal (PB), mas residia em Sousa e dirigia o seu veículo Fox de cor preta e placas OSM-2904, inscrição de Barbalha, na direção de Juazeiro. Ele bateu violentamente num caminhão a serviço da sinalização da ciclovia e o carro ficou completamente destroçado. O SAMU esteve no local, mas apenas constatou o óbito e prestou primeiros socorros a dois operários da ciclovia que sofreram ferimentos leves.
O paraibano foi casado por 25 anos com Kerlane Martins Queiroga, falecida há oito meses. O casal teve uma filha: Karinielly Martins Queiroga, de 25 anos.
Seu corpo está sendo velado no Cemitério Jardim da Paz, em Sousa.
Fonte Diamante Online

Mulher morre e quatro pessoas ficam feridas em grave acidente próximo a Itaporanga.

 

Uma mulher morreu e quatro pessoas ficaram feridas em um acidente automobilístico registrado na manhã desta sexta-feira (04), entre as cidades de São José de Caiana e Itaporanga, no Vale do Piancó.
Segundo as informações, o acidente foi registrado na rodovia PB-382, quando o motorista de um veículo modelo Fiat Uno, conhecido pelo apelido de “Diá”, perdeu o controle e colidiu contra pilares de proteção de um poste considerada perigosa. O mesmo teve ferimentos mais graves e foi transferido para o Hospital Regional de Patos.
Uma mulher de 46 anos que estava como passageira, foi arremessada para fora do veículo, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
Outras três pessoas tiveram ferimentos leves e foram socorridas para o hospital de Distrital de Itaporanga.
O Policiamento de Transito esteve no local e isolou a área para realização do trabalho pericial e o controle do tráfego na rodovia.




Fonte Boa Ventura Online

Os usuários de telefones celulares da cidade de Olho D' água-PB, vão contar a partir do próximo mês com mais uma operadora de telefonia na cidade.

Os usuários de telefones celulares da cidade de Olho D' água-PB, vão contar a partir do próximo mês com mais uma operadora de telefonia na cidade, muitas pessoas estão comemorando pois a única empresa que fornece o serviço na cidade estava recebendo muitas reclamações pois o sinal não estar suprindo as necessidades dos usuários principalmente depois da implantação dos serviço 3G.  


A operadora VIVO, irá fornecer o sinal NEXTEL VIVO, onde os usuários terão direito de utilizar o sinal telefônico e o sinal de internet, a torre estar localizada na Rua José Laurindo da Costa vizinho ao cemitério local, a mesma se encontra em um ponto estratégico escolhido pela operadora para dar uma maior cobertura de sinal aos seus futuros clientes, a antena tem cerca de 50m de altura, onde irá cobrir toda a zona urbana e rural da referida cidade. 




olhodaguanotíciaspb

Corpo de mulher, em avançado estado de decomposição é encontrado dentro de Mata fechada no alto sertão paraibano.

  • Corpo de mulher encontrado.jpg

Policias militares da cidade de Cajazeiras foram acionados para comparecer sítio Capoeiras Sul na tarde desta terça-feira (18), onde segundo informações um popular teria ido fazer necessitas fisiológicas  se deparou com um corpo em estado avançado de decomposição.
O corpo está vestido, com short jeans, blusa regata escura e unhas pintadas de rosa, além de uma tatuagem na cintura.
Pela arcada dentária da pra entender que seja de uma jovem entre 20 anos.


corpo

Fonte: Ângelo Lima

Homem é preso acusado de matar companheiro de bebida em Emas.













Um desentendimento entre dois colegas resultou em tragédia na tarde deste domingo (16) na cidade de Emas-PB, localizada na região do Vale do Piancó.

De acordo com informações da polícia militar, Francisco Galdino da Silva, 23 anos, estava bebendo com a vítima, identificada como Manoel Alexandre dos Santos, 56 anos, quando os dois entraram em atrito, iniciando-se uma discussão.

Segundo a polícia, Francisco Galdino se armou com um porrete de madeira e golpeou a vítima na cabeça, ocasionando morte instantânea. Depois do crime, o suspeito se evadiu do local.

A polícia iniciou diligencias e por volta das 23h conseguiu localizar o suspeito no Sítio Malhada Grande, no vizinho município de Olho D’água.

Francisco confessou o crime afirmando que a vítima havia tentado contra sua vida, fazendo uso de uma faca peixeira e que por receio aproveitou o momento em que ela estava dormindo e o atingiu duas vezes na cabeça.

A guarnição prendeu o suspeito ainda em flagrante. Ele foi conduzido para a Delegacia da cidade de Coremas, onde foi apresentado ao delegado plantonista.

O Major Elder, comandante do 13º Batalhão, explicou que a polícia militar vem trabalhando diuturnamente com o intuito de prender possíveis criminosos e diminuir a criminalidade na região.






Fonte Vale do Piancó Notícias 

TCE-PB inicia com Prefeituras o treinamento de gestores públicos para o Sagres Diário.

  • tce-PB.JPG

“Um momento histórico para a gestão pública em um Tribunal que faz história desde 2002 após o lançamento do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade, o Sagres, hoje com modelo adotado em oito Estados brasileiros”.
Com essa observação o presidente do Tribunal de Contas da Paraíba, conselheiro André Carlo Torres Pontes, abriu o encontro com prefeitos e quadros técnicos municipais para treinamento sobre o “Sagres Diário”, na manhã desta quarta-feira (17), no auditório do Centro Cultural Ariano Suassuna.
“Considero o dia de hoje tão importante quanto o do lançamento do Sagres, há 15 anos, pois damos, agora, o passo que nos permitirá o acompanhamento diário de atos, receitas e gastos públicos de extremo interesse da sociedade, a exemplo daqueles atinentes à saúde, à educação ou à previdência”, disse ele à plateia que superlotou o Auditório Celso Furtado, pertencente ao TCE.
A todos o conselheiro André Carlo fez ver que a atualização diária do Sagres ampara-se em três pilares básicos e de igual importância: o da orientação aos gestores, o da fiscalização e o do controle social. No primeiro caso, aconselhou que prefeitos e assessores façam uso largo do “Sagres Painéis”, ferramenta por cujo meio eles poderão acompanhar despesas de toda ordem e o comportamento dos diversos setores da administração municipal, a tempo da correção de rumos, quando isso for necessário.
“A transparência é o melhor e o mais seguro caminho para a gestão dos seus municípios. Neste sentido, tenham sempre no Tribunal de Contas um parceiro fiel e constante”, concluiu.
As orientações aos participantes do encontro – em meio aos quais contadores a serviço das Prefeituras – foram prestadas, em seguida, por equipe técnica do TCE formada pelos auditores de contas públicas Ed Wilson Santana, Severino Claudino, Marcos Uchoa e Rafael Chiappetta.
REPETIÇÃO – O encontro será repetido, nesta terça-feira (18), para representações das Câmaras de Vereadores e, na quarta-feira (19), para organismos vinculados ao Governo Estadual, sempre das 9h às 12h.
O propósito, em todos esses casos, é promover a atualização constante e ininterrupta do Sagres, conforme termos da Resolução Normativa nº 05/2017, aprovada na sessão plenária que a Corte realizou no último dia 29.
Assim, as informações e documentos relacionados aos atos, receitas e gastos dos entes jurisdicionados terão encaminhamento eletrônico ao TCE, por meio do “Sagres Captura”, até 24 horas do primeiro dia útil subsequente à data do registro contábil. Os dados então enviados vão compor o balancete correspondente ao mês de competência de cada informação.

Ascom/TCE-PB

UEPB desenvolve técnica de alimentação de aves utilizando feno de feijão-guandu.

Todas as rações são constituídas de farelo de milho, farelo de soja,
 óleo de soja, premix mineral e vitamínico, além de metionina
 fosfato bicálcico (Foto: Divulgação-UEPB)
Um projeto de extensão desenvolvido na Escola Agrícola Assis Chateaubriand (EAAC) e no curso de Agroecologia do campus II da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB),  na cidade de Lagoa Seca, desenvolveu uma técnica agroecológica que pode transformar a cultura de aves da região. A partir do aproveitamento do feno de feijão-guandu, após o seu plantio, tornou-se mais barata e mais nutritiva a alimentação de frangos caipiras. A técnica tornou-se eficaz por utilizar alimentos alternativos que barateiam os custos de produção das aves, utilizando produtos oriundos da propriedade do próprio produtor.
De acordo com a professora Maria Vitória Dias Carneiro, coordenadora do projeto, o feijão é plantado de forma natural, sem o uso de agrotóxicos, tornando-o um produto bastante viável economicamente e de grande valor nutricional para os frangos. “Nós fizemos um consórcio plantando milho e feijão. A parte externa do feijão, que normalmente é jogada no campo por seu valor nutritivo, foi preparada e muito bem aceita para a alimentação das aves”, explicou a professora, que detalhou como foi feito o tratamento.
“Os tratamentos foram constituídos de cinco rações diferenciadas, com 0% do feno de feijão-guandu, 5%, 10%, 15% e 20%. Todas as rações são constituídas de farelo de milho, farelo de soja, óleo de soja, premix mineral e vitamínico, além de metionina fosfato bicálcico. Nas tabelas de consumo de ração e peso dos animais, o tratamento com 10% do feno do feijão-guandu está apresentando o melhor resultado em relação ao tratamento sem a adição do feno. Ou seja, há um ganho considerável na qualidade do alimento e ele ainda torna a cultura de aves bem mais barata, já que o alimento do frango caipira está ali no próprio plantio do feijão, sem a necessidade do agricultor comprar qualquer tipo de ração”, acrescentou a docente.

Novo salário mínimo tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018.

De acordo como anexo de riscos fiscais da LDO, cada R$ 1 de 
aumento no salário mínimo tem impacto de R$ 301,6 
milhões nos benefícios previdenciários, sociais e 
trabalhistas pagos pelo governo 
(Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil)
O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo no próximo ano. Os números foram levantados pela Agência Brasil com base em estimativas do Anexo de Riscos Fiscais da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), aprovada pelo Congresso Nacional na última quinta-feira (13).
A LDO define os parâmetros e as metas fiscais para a elaboração do Orçamento do ano seguinte. Por determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal, contém um anexo com os riscos para as contas públicas no curto e no longo prazo. De acordo com esse relatório, cada R$ 1 de aumento no salário mínimo tem impacto de R$ 301,6 milhões nos benefícios previdenciários, sociais e trabalhistas pagos pelo governo. Como o salário mínimo subirá R$ 42, o impacto total será de quase R$ 13 bilhões.
A maior parte dos gastos extras virá da Previdência Social, cujo déficit subirá em R$ 8,6 bilhões no próximo ano apenas por causa do reajuste do salário mínimo. O impacto pode ser amenizado com uma eventual recuperação da economia que aumente o emprego formal e reduza o rombo nas contas da Previdência.
A segunda fonte de impacto do novo salário mínimo será nos benefícios da Lei Orgânica de Assistência Social (Loas), cuja despesa aumentará em R$ 2,2 bilhões em 2018. Em seguida vêm os benefícios trabalhistas – abono salarial e seguro desemprego –, que terão alta de R$ 1,8 bilhão. Por fim, os gastos com a renda mensal vitalícia – auxílio para pessoas incapacitadas que parou de ser concedido nos anos 90, mas que ainda é pago a beneficiários com direito adquirido – se elevarão em R$ 50,4 milhões.
Desde 2012, o salário mínimo é reajustado pela inflação do ano anterior pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede o custo de vida das famílias mais pobres, mais o crescimento da economia de dois anos anteriores. Por lei, a regra atual vai até 2019. Como o Produto Interno Bruto (PIB – soma dos bens e serviços produzidos) caiu 3,6% no ano passado, o salário mínimo de 2018 foi corrigido unicamente pela inflação.
Perspectivas
Com uma meta de déficit primário (resultado negativo sem os juros da dívida pública) de R$ 129 bilhões para o próximo ano, o desafio para o governo alcançar o resultado pretendido aumenta com o crescimento das despesas obrigatórias, como as corrigidas pelo salário mínimo. De acordo com a Instituição Fiscal Independente, órgão consultivo do Senado criado para monitorar as contas públicas, o governo terá dificuldades para cumprir a meta se nenhuma reforma fiscal for aprovada e a economia continuar com baixo crescimento.
O órgão do Senado projeta déficit primário (resultado negativo desconsiderando os juros da dívida pública) de R$ 144,1 bilhões este ano, de R$ 167 bilhões em 2018, de R$ 135,6 bilhões em 2019 e de R$ 108,2 bilhões em 2020. As estimativas da LDO apontam uma meta de déficit primário de R$ 139 bilhões para este ano, R$ 129 bilhões em 2018, R$ 65 bilhões em 2019 e um superávit primário de R$ 10 bilhões em 2020
Criada em dezembro do ano passado por resolução do Senado Federal, a Instituição Fiscal Independente produz relatórios, notas técnicas, banco de dados e projeções econômicas que são levadas em conta pelos parlamentares na análise de projetos de lei e de medidas do governo. O órgão pode agir tanto por iniciativa própria como quanto por demandas específicas de senadores.
Mesmo com a política atual de reajuste, o salário mínimo continua abaixo do necessário. Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e de Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo necessário deveria ter sido de R$ 3.727,19 em junho. A entidade calcula o valor mês a mês, com base na determinação constitucional de que o salário mínimo cubra as despesas de alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e Previdência de um trabalhador e de sua família.

Reforma Trabalhista é aprovada no senado após confusão entre senadores paraibanos.

A Reforma Trabalhista, um dos principais projetos do governo do presidente, Michel Temer(PMDB), foi aprovado na noite desta terça-feira(11) com uma ampla vantagem de 50 votos favoráveis versus 26 votos contrários. A sessão na qual a reforma foi aprovada foi marcada por confusão entre os políticos de governo e de oposição no senado.
A sessão foi marcada por protestos dos senadores de oposição ao governo aos quais o vice-presidente do senado, Cássio Cunha Lima(PSDB) respondeu afirmando que a sessão prosseguiria e que a reforma seria votada hoje: “Isso não é protesto. Isso é avacalhação. Será votado hoje, de uma forma ou de outra será votado”.
A sessão chegou a ficar suspensa por mais de cinco horas por causa dos protestos dos senadores de oposição. Enquanto a sessão estava suspensa alguns senadores da base governista, dentre eles o senador Cássio Cunha Lima recolhiam assinaturas para que o local de votação fosse modificado. Durante o calor das discussões em torno da suspensão os senadores paraibanos Lindbergh Farias e Cássio Cunha Lima chegaram a se desentender tendo de ser contidos por companheiros no plenário.
Por volta das 18 horas o presidente da casa, Eunício Maia(PMDB) anunciou que retomaria os trabalhos da casa e ordenou que os senadores que ocupavam as cadeiras da mesa diretora deveriam se retirar de lá em no máximo dez minutos. Mesmo com a mesa diretora ainda ocupada a sessão foi reaberta e Eunício recomeçou os trabalhos abrindo a votação da Reforma. Durante a confusão o presidente do senado afirmou: “Deus me deu essa qualidade da paciência. Não tenho pressa para encerrar essa votação”.
“A maioria aqui é empresário ou da aristocracia do serviço público. Quantos aqui passaram fome? Quantos sacolejaram 40, 50 minutos para ir trabalhar?”, afirmou a senadora Gleisi Hoffmann após o inicio da votação.
A votação foi encerradas após as 19 horas com um placar favorável a aprovação de 50 votos contra 26 votos contrários. Dentre os 50 votos que aprovaram o texto da reforma na sua integralidade contaram os votos dos três senadores paraibanos e membros da base governista, o tucano Cássio Cunha Lima e os correlegionários Raimundo Lira e José Maranhão(PMDB). O voto dos três senadores não foi uma surpresa uma vez que os três ocupam cargos de grande importância dentro do governo de Michel Temer, sendo respectivamente vice-presidente do senado, líder do PMDB no senado e presidente do PMDB na Paraíba.
Fonte Polêmica Paraíba

Plano hídrico vai construir barragens no Vale do Piancó.

Plano hídrico vai construir barragens no Vale do Piancó
As máquinas já estão trabalhando em cinco importantes barragens em construção na Paraíba, que visam garantir segurança hídrica para a população. As obras fazem parte do Programa Mais Trabalho, que tem o plano hídrico,  lançado em maio deste ano pelo governador Ricardo Coutinho. Trata-se das barragens Porcos (Pedra Lavrada), Cacimbinha (São Vicente do Seridó), Coronel Jueca (Desterro), Riacho Fundo (Tenório) e Pedra Lisa (Imaculada) que, juntas, somam investimento superior a R$ 20 milhões.
 
O secretário João Azevedo (Infraestrutura) lembrou que já foram construídas três grandes barragens – Jandaia (Bananeiras), Pitombeira (Alagoa Grande) e a própria Camará (reconstruída). “No que se refere à recuperação, 50 barragens foram recuperadas. São mais de R$ 23 milhões aplicados nesse programa que visa garantir segurança hídrica para a população”, listou.
 
As barragens que serão construídas, caso o empréstimo seja aprovado, serão Sabugi (Santa Luzia), Garra (Olho D’Água), Espinho Branco (Patos), Canoas (Nova Olinda) e Serra Grande no município de mesmo nome.

RP