Ligações recebidas de números que começam com os dígitos “065 65 6520” podem fazer parte de um novo tipo de golpe.Veja!

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) recomenda que os usuários de telefones móveis evitem retornar ligações recebidas de números que começam com os dígitos “065 65 6520”.

Conforme matéria publicada na edição impressa desta segunda-feira, 27, independentemente da operadora, muitos usuários de telefonia móvel no têm recebido chamadas suspeitas, originadas desses números.

A agência reguladora informou que ainda não há informações definitivas sobre o assunto.

Contudo, é possível que as ligações façam parte de algum novo esquema de golpe. O caso está sendo investigado pelo setor técnico da empresa.

“Recebi uma ligação desse número às 5 horas de hoje, mas não atendi. Rejeitei a ligação porque já tinha visto no Facebook que existe a suspeita de fraude. As pessoas dizem que, caso a ligação seja atendida, corremos o risco de perder créditos ou ter os dados pessoais roubados”, relatou a jornalista Patrícia Montenegro. 

A Anatel esclarece, porém, que não há possibilidade de que um aparelho seja clonado ou tenha os dados extraviados durante uma simples ligação recebida. Segundo o Órgão, os golpistas só terão acesso às informações caso estas sejam fornecidas pelo próprio usuário. Por este motivo, recomenda-se que as chamadas não sejam atendidas ou retornadas. 

Chamada internacional e créditos consumidos
Apesar de aparentemente as ligações suspeitas serem oriundas do Estado do Mato Grosso, cujo DDD é 65, é possível que as chamadas sejam provenientes de outro País. Isso porque, segundo a Anatel, o código da operadora não costuma ser exibido a cada chamada recebida. 

Numa ligação do Mato Grosso para Fortaleza, por exemplo, os números deveriam ser mostrados na tela da seguinte forma: “065 (código de área) + número telefone”. Entretanto, nas chamadas suspeitas, o número 65 aparece duas vezes, como se fosse algum código de operadora. Conforme informou a Anatel, isso ocorre em chamadas internacionais. Neste caso, o número do DDI coincidiria com o DDD de Mato Grosso, somado ao código de alguma operadora de telefonia nacional.

Este seria um dos motivos para a suposta perca de crédito relatada por algumas pessoas que receberam as ligações. Segundo a Anatel, elas teriam retornado as chamadas e acabaram sendo tarifados por ligações de longa distância.

Denúncia
Na maioria dos casos, as pessoas relatam que não conseguiram atender as chamadas, já que as ligações teriam sido abortadas após o primeiro toque. Mas se ainda assim algum usuário se sentir lesado de alguma forma, recomenda-se que o caso seja denunciado à própria Anatel e à Polícia Civil.


Fonte: O Povo

Comentários
0 Comentários