Cícero revela que abre mão de disputar reeleição ao Senado para ser vice de Cássio.Veja!

O senador Cícero Lucena (PSDB) surpreendeu na noite desta segunda-feira (17) ao revelar que abriria mão da disputa à reeleição pelo Senado Federal se fosse o escolhido como candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo também senador Cássio Cunha Lima.  Em entrevista ao programa Rede Debate, canal 27 da RCTV da Net Digital, o Cícero reafirmou que o partido trabalha para consolidar a candidatura em faixa própria, para depois pensar em outros nomes que vão compor a chapa 'tucana'.
Cícero Lucena explicou que a prioridade dele é “contribuir para a candidatura a governador” do tucano e que esse é o objetivo do PSDB, por isso, se for "melhor para o partido", ele não brigará pela postulação, já que esse é importante espaço nas negociações com outras legendas.
Ele porém, afirmou que uma boa estratégia a ser seguida pela legenda seria lançar uma chapa puro sangue e colocou seu nome à disposição do PSDB. Segundo o senador, dessa forma o partido teria dois nomes fortes nos dois maiores colégios eleitorais da Paraíba: João Pessoa e Campina Grande, com ele e Cássio, respectivamente.
Questionado se na próxima segunda-feira (24), durante reunião da Executiva do PSDB da Paraíba, será anunciada a candidatura de Cássio, o Cícero Lucena disse apenas que a direção está cumprindo o cronograma que foi estabelecido o ano passado. “O presidente Ruy Carneiro quer ouvir os membros da Executiva”, frisou.
Ele também defenderá na reunião da Executiva Estadual do PSDB na segunda-feira que os filiados entreguem os cargos que ocupam no Governo do Estado. Segundo o senador, o cargo de maior importância que um filiado tem "por indicação de Cássio" é o de secretário de Planejamento, ocupado por Gustavo Nogueira. “Na próxima segunda-feira, nós estaremos defendendo a entrega do cargo, o único cargo que o PSDB tem no Governo É o que eu vou defender e o  presidente Ruy Carneiro também tem feito essa afirmação. A partir da daí eu acredito que, com o temperamento que tem o governador, ele vai demitir pessoas de outros níveis, de outras secretarias. E eu acho que aí vai estar declarado o processo eleitoral”, disse.
Sobrinho do ex-senador Humberto Lucena (já falecido), Cícero iniciou sua carreira política em 1990 quando foi escolhido para concorrer como vice-governador do PMDB na chapa encabeçada por Ronaldo Cunha Lima. A chapa venceu a eleição no segundo turno. Em 1994, com o afastamento de Cunha Lima para candidatar-se ao Senado, Cícero Lucena assumiu o governo do estado para o restante do mandato. Com 37 anos de idade, tornou-se o governador mais jovem a assumir o governo da Paraíba.

Em 1995 chefiou a Secretaria Especial de Políticas Regionais, então órgão do Ministério do Planejamento. Em 1996, disputou a prefeitura de João Pessoa, logrando êxito no segundo turno. Reelegeu-se em 2000, já no primeiro turno, com 74% dos votos válidos.

Em 2006, foi eleito senador com 803.600 votos (48,25% dos votos válidos), derrotando seu maior rival, o então senador e candidato à reeleição Ney Suassuna.
Nesta segunda ele foi o entrevistado do Rede Debate, na RCTV, programa que foi apresentado pelos jornalistas Hermes de Luna, Lena Guimarães e Wellington Farias.  
Assista à entrevista exibida na RCTV canal 27 da NET digital.


Fonte:J

Comentários
0 Comentários