Mulher de Sargento da PM tira própria vida utilizando arma de fogo, em Patos.Veja!

Na tarde deste sábado, (01),uma tragédia foi registrada na Rua Moacyr Leitão, no bairro Belo Horizonte em Patos.
 
A dona de casa Terezinha Silva Santos, de 45 anos, mais conhecida como Norma, cometeu suicídio, utilizando uma arma de fogo. Terezinha era casada há 20 anos casada com o Sargento da Polícia Militar Francisco Clementino.
 
Segundo informações da irmã da vítima, Jacileide, conhecida por Leda, Norma estaria passando por um quadro depressivo, diagnosticado por médicos, motivado por uma separação matrimonial. Segundo familiares, a vítima acreditava que estaria sendo traída pelo marido. Leda disse ainda que a irmã estava bastante nervosa nos últimos dias, por isso a visitava constantemente e que Terezinha chegou a comentar várias vezes que gostaria de acabar logo com o sofimento que estaria passando, mas sempre descartava a possibilidade de cometer suicídio por motivos religiosos.  
 
O casal havia reatado o  relacionamento a alguns dias e Norma seguiu o tratamento, frequentando inclusive o Cerpod - Centro de Referência para Pessoas Portadoras de Deficiências, e fazendo uso de medicamentos anti-depressivos, na tentativa de curar a depressão.
 
De acordo com informações de vizinhos, o policial tinha acabado de chegar em casa e estava almoçando na companhia da filha do casal. Nesse momento Terezinha se encontrava lavando roupas no quintal e foi em direção ao quarto, onde tirou a própria vida.
 
Os familiares estão transtornados com o ocorrido. O corpo da dona de casa será encaminhado para o Numol - Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Patos.
 
A vítima deixa dois filhos, sendo uma adolescente de 18 anos e um garoto de 10 anos de idade.

 
maispatos.com 


Leia mais: http://www.maispatos.com/noticias/policia/p2_articleid/6189?utm_source=feed&utm_medium=facebook#ixzz2s64WIIii

Comentários
0 Comentários