Prefeitos recebem R$ 186 mi de FPM.Veja!

O Fundo de Participação dos Municípios (FPM) teve um aumento de 18,7% em janeiro deste ano em comparação ao mesmo período de 2013.

O crescimento dos valores encheu os cofres das 223 prefeituras da Paraíba que receberam juntas R$ 186 milhões.

A terceira cota deste mês foi repassada ontem para os municípios.

Com base na previsão da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), a Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup) estima que o FPM em fevereiro terá um aumento de 23% em relação a janeiro. Com isso, os 223 prefeitos vão receber no próximo mês cerca de 228 milhões.

Em janeiro deste ano, as duas maiores fatias do bolo do FPM ficaram com João Pessoa e Campina Grande. O prefeito da capital, Luciano Cartaxo (PT), recebeu R$ 24,4 milhões, enquanto Romero Rodrigues (PSDB) embolsou pouco mais de R$ 6,2 milhões.

ALERTA

O vice-presidente da Famup, Antonio Vasconcelos da Costa, mais conhecido como Tota Guedes, comentou que o crescimento de 18,7% do FPM em janeiro não compensa a queda do Fundo de Participação em 2013, diante do aumento das despesas. Ele ainda alertou os prefeitos para que não se empolguem com o FPM, pois a partir de março, haverá uma queda brusca.

Além disso, ele lembrou que este ano houve o reajuste do salário mínimo e do piso do professor e que os gestores também devem fazer uma reserva mensal para pagar o 13º salário. Tota Guedes lembrou que a Famup e a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) lutam pelo aumento do FPM em 2%.

Por fim, ele disse que a Famup vai fazer uma campanha de esclarecimento junto à população sobre as condições financeiras dos municípios brasileiros, principalmente os pequenos que sobrevivem principalmente do FPM para prestar vários serviços aos cidadãos.

Ele também defendeu e a CNM aprovou a realização de uma campanha de mídia que vise valorizar a cidade com o slogan.

“Eu amo o meu município”. Segundo Tota Guedes, o atual momento exige que se faça uma campanha onde aumente a autoestima da população pelo município onde mora. “Essa é uma campanha que tem muito valor, uma vez que os prefeitos têm sua imagem muito criticada por conta de uma campanha sórdida que fazem contra as administrações”, observa Tota Guedes.


Fonte: Josusmar Barbosa

Comentários
0 Comentários