Tribunal do Júri condena acusado de homicídio em Itaporanga. Veja!

O Tribunal do Júri da comarca de Itaporanga, presidido pelo juiz Carlos Barreto, condenou a 16 anos e oito meses de reclusão Edmilson Severino da Silva, de 42 anos, acusado de matar a tiros o itaporanguense Alcides Araújo Filho, que era conhecido como Meu Vei, à época com 44 anos, e deixou esposa e filhos. O julgamento ocorreu nesta quinta-feira, 21.

O crime ocorreu em agosto de 2012 no conjunto Chagas Soares, onde a vítima residia.

Segundo o que apurou a polícia, depois de executar o homem, Edmilson fugiu em um carro, mas foi preso quando se dirigia a Piancó. O crime foi motivado por um desentendimento anterior entre os dois.

Junto com Edmilson, foi preso também Euzébio da Silva Santos, que foi acusado de coautoria, mas não pode comparecer ao julgamento por se encontrar doente, mas deverá ser julgado posteriormente. Depois do julgamento, o acusado retornou à cadeia pública local, onde está preso desde o dia do crime.

Atuou na acusação, o promotor Reynaldo Serpa Filho, auxiliado pelo advogado Neto Ferreira. Edmilson foi defendido pelos advogados Marcílio Batista e Yurik Azevedo. Foto: momento que um dos advogados de defesa se pronuncia.


Fonte: Folha do Vale

Comentários
0 Comentários