Um a cada três brasileiros tem medo de comprar pela internet.Veja!

Um a cada três brasileiros tem medo de comprar pela internetImagem da Internet
O consumidor brasileiro ainda tem medo de comprar pela internet por causa das fraudes. E essa preocupação é bem justificada, já que apenas em junho, foram registradas 150.864 tentativas de fraude em que dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios sob falsidade ideológica ou mesmo obter crédito com a intenção de não honrar os pagamentos. Esse valor representa uma tentativa de fraude a cada 17,2 segundos no País.
De acordo com levantamento da Mintel, 30% dos entrevistados afirmam ter medo de possíveis farsas através de sites falsos e uso indevido de cartão de crédito. Isso representa um em cada três brasileiros. Esse temor impede o crescimento do comércio eletrônico.
Outra preocupação analisada pela pesquisa é o fornecimento do número de cadastro de pessoa física, o CPF: uma a cada quatro pessoas optam por comprar em lojas físicas ao invés de digitar o documento.
Para Omar Jarouche, coordenador de Inteligência Estatística da ClearSale, empresa de prevenção à fraude e autenticação de vendas, embora a fraude exista no ambiente online, ela já é altamente controlada e evitada por meio de inteligência estatística avançada e análises manuais precisas. Além disso, o executivo tranquiliza sobre a desconfiança no preenchimento do CPF:
- O uso do documento é fundamental para comprovação de que você é você, e sozinho é pouco útil para os fraudadores.
A preocupação maior, segundo Jarouche, deve ser com outros pontos importantes na hora da compra, como a aceitação do uso do cartão de crédito na loja.
- Se o estabelecimento não aceitar a modalidade como pagamento, desconfie da procedência dela. São quase nulos vendedores que se restringem em apenas boletos bancários ou transferências eletrônicas, que nesse caso, o risco fica com o comprador.
Outro ponto que merece cuidado é analisar o tamanho do desconto, que embora seja uma prática comum no varejo, qualquer valor acima do comum deve ser desconfiado. 

Comentários
0 Comentários