Urach acorda e faz perguntas à mãe na UTI.Veja!

Urach acorda e faz perguntas  à mãe na UTI
A mãe de Aqndressa Urach começa a respirar mais aliviada depois do drama que viveu nos últimos dias ao lado da filha, internada na UTI do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre. Nesta manhã de quinta-feira, 4, Marisete de Faveri deu boas notícias a respeito do estado de saúde de Urach, que sofreu complicações após a retirada De hidrogel de suas pernas. "Minha filha nasceu de novo. Nossa! Ontem quando a vi acordada, chorei muito. Beijei, beijei, beijei. Sei que Deus me deu esse presente mais uma vez", disse ela, emocionada.
De acordo com Marisete, Andressa já conversou com ela e com a equipe médica que está cuidando dela na UTI. "Um passo a cada dia, as coisas estão bem melhores. Graças ao meu bom Deus. Ela já conversou, já está bem, já fez as enfermeiras rirem, já choramos. Tivemos todas as emoções possíveis e impossíveis", contou a mãe.
Para ficar perto da filha e cuidar dela, Marisete nem deixou o hospital na quarta-feira, 3. "Andressa não deixou eu sair. Ficava nervosa quando eu saía do lado dela. É porque ela havia saído do coma e tudo era novo.  Hoje, graças a Deus, está melhor. Nessa hora, ela precisa muito de mim. Ela é muito guerreira", disse Marisete, elogiando a equipe médica: "As enfermeiras e os médicos são maravilhosos, são anjos de Deus. Estão cuidando muito bem. O hospital tem uma UTI bem estruturada, bem limpa. Com bons aparelhos, tudo para que ela se sinta bem melhor e logo."
Sobre a conversa que teve com a filha, Marisete contou que ela pedia notícias do filho, Arthur, de 9 anos. "Ela quer saber de tudo, mas primeiro dele. Depois, o que aconteceu. Os médicos e as enfermeiras também explicaram a gravidade que foi a situação e o quanto o quadro dela melhorou nestes dois dias. Hoje já dá para respirar aliviada, pois pensei que ia perder minha filha, mas Deus deu mais uma chance para ela, permitiu que ela visse o filho crescer", completa a mãe, reforçando que Arthur não sabe de nada até agora. "Ele está com o pai e a outra avó. Eles procuram deixá-lo longe para preservá-lo."
Marisete vai permanecer ao lado da filha no hospital: "Eu não posso sair daqui. O médico pediu que eu ficasse. Saio só para comer e ir em casa tomar um banho".

Comentários
0 Comentários