Situação precária de Fórum leva servidores e advogados a realizarem protesto em Rodovia, no Sertão da Paraíba.

Servidores e advogados que dependem dos serviços prestados pelo Fórum de Justiça Comum, na cidade de Teixeira (PB), interditaram a Rodovia PB-110 como forma de protesto pelas péssimas condições de trabalho do referido local.

O ato contou com o apoio da OAB Seccional de Patos, além de advogados, políticos estudantes, servidores e cidadãos que exigem solução para a precariedade vivida no judiciário local.

(Juristas se manifestaram)

De acordo com Alexandre Nunes, pres. OAB/Patos, a comarca de Teixeira vive uma situação de precariedade jamais vista em toda a sua história.


São processos paralisados há anos, processo á espera de contador judicial a mais de 02 anos esperando a realização dos cálculos, falta de servidores, falta de juiz titular, cidadãos esperando por audiências que chegam a demorar mais de quatro horas para se iniciar, entre outros casos.

Para os manifestantes, a comarca de Teixeira é atualmente uma das mais lentas e ineficientes do Estado da Paraíba. A excessiva morosidade da comarca levou a OAB/PATOS a realizar uma audiência no último dia 03 de Julho de 2015, com todos os advogados daquela cidade. Como resultado, ficou acertado que iria ser realizado um grande manifesto público envolvendo a sociedade civil, OAB e advocacia de Teixeira que ocorreu nesta quinta-feira.

Da Assessoria

Comentários
0 Comentários