Agentes de Endemias intensificam combate aos focos do mosquito da dengue em Patos.

Agentes de Endemias da cidade de Patos estão intensificando as ações de combate à dengue visando combater os males que a doença pode causar, sobretudo os casos de microcefalia em crianças que estão para serem geradas por mães infectadas pelo vírus.   
O agente de endemias, Argemiro Oliveira, informou durante entrevista concedida à imprensa local, que além da visita domiciliar a cada dois meses, repassando orientações de como a população pode ajudar no combate ao mosquito da dengue, a Vigilância Ambiental também atua, quando necessário, no tratamento de possíveis focos. 
A coleta de pneus também tem sido uma constante no trabalho dos agentes de endemias, ainda mais com a incidência de chuvas na região. 
“Os pneus jogados a céu aberto podem acumular água e dar origem a focos do mosquito no prazo de oito a dez dias. Sendo assim, a Vigilância Ambiental recolhe esses pneus e orienta as pessoas sobre a maneira correta de armazenar esse material”, comentou Argemiro. 
O senhor conhecido como Geraldo da Sucata, disse que as orientações dos agentes de endemias estão sendo seguidas ao pé da letra.
 Maria José Medeiros, agente de endemias, comunicou que o cuidado da Vigilância Ambiental está sobretudo em orientar a população sobre a importância do engajamento de todos contra os focos do mosquito.
Mais detalhes na entrevista abaixo.

Matéria por Patosonline.com

Comentários
0 Comentários