Autoridades encontram caixa-preta do avião que caiu na Rússia.

Continuam as buscas pela segunda", declarou o porta-voz do 
Comitê de Instrução da Rússia. (Foto: Divulgação )


As autoridades russas localizaram uma das duas caixas-pretas que estavam no avião da FlyDubai, que caiu na madrugada deste sábado (19) em Rostov-on-Don, no sul da Rússia, e causou a morte de 62 pessoas.
"Uma das caixas-pretas já foi encontrada. Continuam as buscas pela segunda", declarou o porta-voz do Comitê de Instrução da Rússia.
Segundo reportagem do G1, os serviços de resgate ainda trabalham na coleta dos restos mortais dos passageiros e tripulantes que estavam a bordo. Entre as vítimas, havia 44 cidadãos russos, oito ucranianos, dois indianos e um uzbeque, segundo a FlyDubai. Quase todos os passageiros eram turistas que tinham passado férias em Dubai.
Os investigadores trabalham com todas as versões possíveis, entre elas um erro da tripulação do avião, uma falha da aeronave e as condições meteorológicas ruins.
Por enquanto, se confirmou que o voo FZ 981 sofreu o acidente durante sua segunda tentativa de aterrissagem e em condições de pouca visibilidade devido a um nevoeiro, à chuva incessante e a um forte vento lateral, com rajadas de até 70 km/h. Por isso, alguns especialistas apontam o piloto como responsável pela tragédia por aterrissar em condições meteorológicas que aconselhavam desviar o avião para outro aeroporto, como fez um voo da companhia russa Aeroflot pouco antes do acidente, após três tentativas fracassadas.

Comentários
0 Comentários