Começam nesta quarta matrículas dos convocados para PM na Paraíba.


A Polícia Militar inicia nesta quarta-feira (31) as matrículas dos 320 candidatos que foram convocados na semana passada. Nesta fase, os aprovados entregarão os documentos exigidos no edital do concurso e vão esperar a análise por parte da corporação, que vai divulgar o dia da apresentação para o curso de formação.
A matrícula desta quarta-feira (31) será para 118 candidatos convocados para a Região Metropolitana de João Pessoa, sendo os 110 primeiros colocados do sexo masculino e as 8 do sexo feminino, e será realizada no Centro de Educação, no bairro de Mangabeira, a partir das 8h.
Na quinta-feira (1º), é a vez dos outros 112 candidatos da Região Metropolitana de João Pessoa e a matrícula ocorrerá de forma simultânea nas cidades de Campina Grande, na sede do 2º Batalhão, para os convocados para a Regional I, e em Patos, no 3º Batalhão, com os chamados para a Regional II. O horário é o mesmo, às 8h.
Os convocados devem conferir o seu dia de apresentação, que está disponível no site da Polícia Militar e comparecer ao local indicado com meia hora de antecedência, com toda documentação relacionada no edital do concurso e uma caneta esferográfica, azul ou preta.
Documentos exigidos
- Cédula de identidade (original e cópia autenticada);
- CPF (original e cópia autenticada);
- PIS/PASEP (original e cópia autenticada);
- Certidão de nascimento ou casamento (original e cópia autenticada);
- Título de eleitor e comprovante de que está em dia com as obrigações eleitorais (originais e cópias autenticadas);
- Certificado de conclusão do ensino médio (original e cópia autenticada);
- Histórico escolar (original e cópia autenticada);
- Duas fotos 3X4 coloridas recentes (descoberto e de frente);
- Original do documento comprobatório de quitação com o serviço militar para os candidatos do sexo masculino;
- Atestado de bons antecedentes, fornecido pela Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (SEDS);
- Certidão criminal da Justiça Estadual referente aos últimos cinco anos, expedida há 30 dias, no máximo;

Fonte Portal Correio

Comentários
0 Comentários