Ainda não foi revelada a causa da morte da enfermeira do Hospital Regional de Patos.


Colegas, amigos e familiares ainda estão abalados com a morte da enfermeira Vanessa Medeiros Rosemberg Peixoto, de 36 anos. A morte aconteceu na tarde desta segunda-feira, dia 27, enquanto ela estava em casa. Vanessa trabalhava no Hospital Regional de Patos e morava na cidade de Malta (PB).
Vanessa era muito querida e conquistava todos que conviviam com ela. Várias postagens nas redes sociais lamentaram o ocorrido e traziam votos de pesar para a família. A enfermeira era casada com o policial militar Orlando Dias da Silva com quem teve um casal de filhos.
Vanessa Medeiros teve o corpo levado ao Núcleo de Medicina Legal (NUMOL), em Patos, para ser analisado quanto a causa da morte. O corpo foi liberado na noite desta segunda-feira, porém sem a conclusão do que teria provocado o óbito, pois especulava-se suicídio e também possibilidade de infarto fulminante. Vanessa estava apresentando um quadro de depressão, fato que pode ter causado as especulações em volta da morte.
Informações dão conta que peritos do NUMOL aguardam o resultado do exame toxicológico para que se saiba o que levou a morte prematura da enfermeira Vanessa Medeiros.


Jozivan Antero – Patosonline.com

Comentários
0 Comentários