Gari que ficou paraplégico após acidente tem benefício do INSS cortado na cidade de Patos.


 

Após o fatídico acidente registrado no dia 02 de outubro de 2014, a vida do trabalhador João Batista Pereira dos Santos, 40 anos, nunca mais foi a mesma. Ele estava indo ao seu trabalho conduzindo um ciclomotor quando cometeu um erro e quase teve a vida ceifada ao ser atingido por um caminhão caçamba.
O trabalhador ficou embaixo do caminhão e precisou ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). O fato aconteceu por volta das 11h30 no cruzamento
João Batista Pereira
 da Rua do Prado com a Dom Pedro II, Bairro Santo Antônio, em Patos.
João Batista Pereira desde o acidente ficou paraplégico e vem realizando tratamento para tentar recuperar o movimento das pernas, no entanto, o caso se agravou e hoje o trabalhador depende da ajuda da sua esposa, a senhora Maria Aparecida dos Santos, para realizar todas as necessidades.
O gari disse que ainda tem dificuldade até para sentar, pois perdeu o equilíbrio. João Batista realiza tratamento de fisioterapia no Centro de Reabilitação de Pessoas Portadoras de Deficiência (CERPPOD), da Prefeitura Municipal de Patos, e estava recebendo auxílio doença pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), mas o auxílio foi cortado desde fevereiro de 2017.
João Batista Pereira (acidente)
João Batista tem três filhos, dois destes ainda crianças, e reside atualmente no Conjunto Residencial Itatiunga. Com o corte do auxílio doença do INSS, o gari sobrevive da ajuda de ex-colegas de profissão, familiares e amigos que estão solidários por presenciar a dificuldade do trabalhador que sempre foi ativo, porém agora está com sérios problema de mobilidade.
A senhora Maria Aparecida disse que o auxílio foi cortado e a informação do INSS é que este chegou ao fim. Uma nova perícia está marcada para acontecer no dia 09 de junho de 2017. A família relatou que está contatando um advogado para buscar ajuda através do poder judiciário.
A reportagem tentou contato com o INSS/Agência Patos, mas não obteve êxito nas ligações telefônicas efetuadas.


Jozivan Antero – Patosonline.com


Fotos e vídeos da postagem


Comentários
0 Comentários